Justiça determina que Flamengo pague R$ 2 mi a irmão de Ronaldinho Gaúcho

  |   Football

Apesar de o Flamengo já ter pago, em 2016, R$ 17 milhões a Ronaldinho Gaúcho, a conta da rescisão litigiosa ainda não fechou.

Na última sexta-feira, a Justiça de Porto Alegre deu ganho de causa ao irmão e procurador do atacante, Roberto de Assis, que cobrava do clube o equivalente a R$ 750 mil, dívida referente à comissão a que teria direito por ter intermediado a negociação, em janeiro de 2011.

Com a correção, o valor já ultrapassa R$ 2 milhões, de acordo com o advogado de Ronaldinho e Assis, Sérgio Queiroz. Ainda cabe recurso.

Segundo o advogado, ao sacramentar a contratação de Ronaldinho, o Flamengo deveria ter pago a Assis quatro prestações de R$ 250 mil. Porém, lhe pagou apenas uma.

“O Flamengo não nos procurou para fechar um acordo, mas há sempre essa possibilidade no processo”, destaca Queiroz.

Leia a matéria completa: http://v.duta.us/XBg37QAA

📲 Get Football on Whatsapp 💬