Viúva vende livros da Chape para manter família e quer deixar Chapecó

  |   Football

Dez meses se passaram desde a queda do avião que transportava a delegação da Chapecoense para a final da Copa Sul-Americana, mas muitas feridas ainda estão abertas. Principalmente em quem perdeu familiares na tragédia.

Um dos exemplos é o de Ulrike Ohlweiler, viúva de Anderson Paixão, preparador físico da Chape morto no acidente. A educadora física e quase formanda em nutrição vende livros para garantir o pagamento da mensalidade dos filhos.

Em Chapecó desde quando o marido passou a trabalhar no clube, Uli, como é conhecida pelos mais próximos, hesitou em deixar a cidade. No entanto, o desenrolar da história após a tragédia a fez mudar de ideia.

Mãe de Johan e Jordi, Uli conta que até mesmo os filhos aceitaram a ideia da mudança de cidade, apesar das amizades conquistadas. O ponto chave para a tomada de decisão da família Paixão-Ohlweiler foi o jogo da Recopa Sul-Americana, entre Chapecoense e Atlético Nacional. A repercussão do duelo e a movimentação em Chapecó mexeram com todos.

Leia a matéria completa: https://globoesporte.globo.com/sc/futebol/times/chapecoense/noticia/viuva-vende-livros-da-chape-para-manter-familia-e-planeja-deixar-chapeco-ninguem-esta-nem-ai.ghtml

📲 Get Football on Whatsapp 💬