Palmeiras fecha 2017 com receita superior a meio bilhão

  |   Football

O Palmeiras fechou as contas de 2017 com receita recorde em sua história: R$ 531.112.060,65. O superávit, que é a diferença entre receitas e despesas, ficou em R$ 57.023.290,30.

O dinheiro da venda de Mina ao Barcelona (10 milhões de euros) ainda não entra nessa conta, já que a negociação foi finalizada em 2018.

Em 2016, outro ano de recordes nos resultados financeiros do clube, as receitas ficaram abaixo dos R$ 500 milhões, mas o superávit foi maior: cerca de R$ 89 milhões, turbinado principalmente pela venda de Gabriel Jesus ao Manchester City (ING).

O débito com Paulo Nobre, que já foi de R$ 146 milhões, agora está em aproximadamente R$ 22 milhões. A ideia é quitar este valor já no primeiro semestre.

Esse montante não inclui a quantia investida diretamente na contratação de jogadores, casos de Mina e Róger Guedes. Por estes dois, o ex-presidente tem cerca de R$ 17 milhões a receber (incluindo juros). Boa parte desta dívida será paga quando o dinheiro da venda de Mina cair nos cofres do Verdão.

Leia a matéria completa: http://v.duta.us/uUeM0gAA

📲 Get Football on Whatsapp 💬