Ex-procurador de Justiça do RJ, Claudio Lopes recebeu R$ 7,2 milhões em propinas, segundo o MP

  |   Brazil News

Em quatro anos, o ex-procurador de Justiça do Rio de Janeiro Cláudio Lopes, de 55 anos, recebeu R$ 7,2 milhões em propinas, de acordo com investigações do Ministério Público Estadual, em troca de favores para o governo de Sérgio Cabral. O ex-procurador foi preso na quinta-feira por determinação do Tribunal de Justiça do RJ.

Segundo as investigações, os pagamentos de propina a Cláudio Lopes teriam começado ainda durante a campanha para o Ministério Público Estadual, com um aporte de R$ 300 mil. Em nota, a defesa de Lopes afirmou que "irá tomar as medidas judiciais cabíveis".
Após ser escolhido pelo governador, Cláudio Lopes passou a receber, a partir de março de 2009, mensalmente, R$ 150 mil, de acordo com depoimentos de Carlos Miranda e de Sérgio de Castro, até dezembro de 2012, quando deixou o cargo máximo no MPRJ.

No período, os repasses totalizaram R$ 6,9 milhões. Cláudio Lopes é acusado de prática de corrupção, fraude a licitações, cartel e lavagem de dinheiro. Os pagamentos eram feitos em maços de R$ 10 mil, distribuídos em notas de R$ 100 ou de R$ 50 no interior de envelopes pardos ou azuis.

Em troca pela propina, neste período, Lopes passou a "vazar" informações de investigações feitas pelo MP contra a gestão Cabral ou contra secretarias.

Leia a matéria completa: http://v.duta.us/_nrlgQAA

📲 Get Brasil News on Whatsapp 💬