Laudo conclui que acidente com morte no Beach Park em julho foi causado por 'excesso de peso'

  |   Brazil News

O acidente que matou o radialista Ricardo José Hilário Silva no toboágua "Vainkará", no Beach Park de Aquiraz, região metropolitana de Fortaleza, foi ocasionado por "excesso de peso" e "distribuição irregular dos participantes" na boia em que quatro pessoas desciam no brinquedo, concluiu um laudo pericial da Coordenadoria de Perícia Criminal ligada à Secretaria da Segurança do Estado do Ceará, obtido pelo "G1".

O laudo aponta que os quatro participantes fizeram uso correto do brinquedo, cumprindo as normas de se manterem na posição correta na boia. O "Vainkará" foi fechado logo após o acidente por tempo indeterminado.

José Hilário morreu no trecho final do brinquedo, em 16 de julho, dois dias após a inauguração da atração. Ele recebeu atendimento no local, mas não resistiu. A boia tombou após a última curva do "Vainkará", e Hilário bateu com a cabeça no chão.

O limite de peso do quatro participantes na boia deve ser de 320 quilos, pelas normas do brinquedo. Na descida de José Hilário com outras três pessoas, o peso total era de 390 quilos, conforme o documento. A verificação do peso seria "de responsabilidade do operador/parque, tanto de avaliar o peso total como a distribuição dos ocupantes na boia". Na época do acidente, o Beach Park informou que checa o peso dos participantes; porém, os três sobreviventes que desceram na mesma boia que José Hilário dizem que não houve a aferição.

Leia a matéria completa: http://v.duta.us/zSuDsQAA

📲 Get Brasil News on Whatsapp 💬