Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, vira réu por crime tributário de R$ 15,4 mi

  |   Football

A Justiça Federal aceitou denúncia do Ministério Público (MPF) e transformou Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, em réu por crime tributário de R$ 15,4 milhões. O processo também envolve três sócios do dirigente, que teriam usado “laranjas” para abrir a empresa Orion Embalagens.

O caso chegou a ser encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF), em dezembro de 2017, mas retornou à primeira instância após mudança no entendimento sobre o foro privilegiado – valendo agora para deputados e senadores apenas para crimes cometidos durante o mandato e em razão do cargo.

Advogado de Andrés, João dos Santos Gomes Filho, acredita na absolvição de seu cliente. "Ao final, a Justiça prevalece. Isso que dizer o quê? Que é impossivel o Andrés ter praticado um crime de pessoa jurídica quando ele não tinha essa aptidão, ele não era sócio da pessoa jurídica. Com esses argumentos e uma série de outros, vou dar uma resposta à acusação e tenho certeza de absolver sumariamente o Andrés", disse.

Leia a matéria completa: http://v.duta.us/ZRimwwAA

📲 Get Football on Whatsapp 💬