PF faz buscas em endereços da família de Aécio Neves em Belo Horizonte, na 2ª fase da 'Operação Ross'

  |   Brazil News

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje a 2ª fase da "Operação Ross", que investiga o senador Aécio Neves (PSDB-MG) por suspeita de recebimento de propina do Grupo J&F entre 2014 e 2017. Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão em Belo Horizonte, em endereços ligados à família do senador. Foram alvos os apartamentos residenciais de sua mãe, Inês Neves da Cunha, e de seu primo, Frederico Pacheco.

Os mandados foram expedidos pelo ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), a pedido da PF, para ampliar as investigações sobre "recebimento de vantagens indevidas por parte de um senador da República, solicitadas a um grande grupo empresarial do ramo frigorífico, entre os anos de 2014 e 2017".

A 1ª fase da "Operação Ross" foi deflagrada no dia 11, para investigar Aécio e mais cinco parlamentares por recebimento de propina de R$ 130 milhões do Grupo J&F, controlador da processadora de carne JBS. Na data, foram cumpridas ordens judiciais em imóveis de Aécio e de sua irmã Andrea Neves.

Aécio nega os crimes e diz estar à disposição para prestar esclarecimentos e apresentar documentos. A J&F não comenta as ações deflagradas com base nas delações de seus executivos.

Leia a matéria completa: http://v.duta.us/EtDCQAAA

📲 Get Brazil News on Whatsapp 💬