Três anos após ‘furacão Delcídio’, juiz absolve Lula da acusação de tentar barrar Lava Jato

  |   Brazil News

Após o imbróglio jurídico do solta-não-solta do final de semana, Luiz Inácio Lula da Silva segue preso. Mas agora responde a um processo a menos. Nesta quinta-feira, o ex-presidente brasileiro foi absolvido de um dos seus seis processos ainda pendentes —sem contar o referente ao caso do Triplex do Guarujá, ao qual já foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.

A decisão atual, de um processo que tramita na 10ª Vara Federal Criminal de Brasília, o isenta da acusação de obstrução de Justiça, por uma suspeita de tentar comandar a compra de silêncio do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró. Em setembro, o Ministério Público federal já havia pedido a absolvição dele neste caso.

Esta acusação contra Lula surgiu da delação premiada do ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT), que foi preso em flagrante e, posteriormente, perdeu seu mandato, por oferecer ajuda a Cerveró para evitar seu acordo de colaboração com a Justiça no âmbito da Operação Lava Jato. A proposta envolvia uma rota de saída do país facilitada e uma mesada. As declarações de Delcídio, no fim de 2015, tiveram o efeito de um furacão e aprofundaram a crise política que desembocaria no impeachment de Dilma Rousseff no ano seguinte.

Além de Lula, foram absolvidos outros acusados, incluindo o próprio Delcídio, o banqueiro André Esteves, o ex-advogado de Cerveró, Edson de Siqueira Ribeiro Filho, e o pecuarista e amigo de Lula José Carlos Bumlai.

Leia a matéria completa: http://v.duta.us/yPPNygAA

📲 Get Brazil News on Whatsapp 💬