Vereadores do Rio rejeitam abertura de impeachment de Crivella

  |   Brazil News

A Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro rejeitou, nesta quinta-feira, a abertura de um processo de impeachment contra o prefeito Marcello Crivella, por 29 votos a 16.

A discussão sobre o possível impedimento do prefeito eleito em 2016 começou depois de uma reportagem da semana passada do jornal O Globo, na qual Marcelo Crivella (PRB) foi gravado oferecendo ajuda a líderes religiosos evangélicos para conseguir cirurgias de catarata e varizes para seus fiéis, entre outras facilidades.

Na terça-feira, vereadores contrários a Crivella conseguiram as 17 assinaturas necessárias para convocar a sessão e iniciar o debate sobre o possível impeachment.

Para os adversários de Crivella, a reportagem mostrou que o prefeito rompeu com os princípios da imparcialidade e legalidade da administração pública, além da laicidade (separação entre governo e religião) e do crime de improbidade administrativa. No pedido assinado pelo deputado estadual Marcelo Freixo (Psol) e pela presidente do Psol do Rio, Isabel Lessa, o prefeito é acusado de "praticar ato incompatível com a dignidade e o decoro do cargo".

Durante a sessão desta quinta-feira, houve tumulto nos arredores da Câmara entre grupos que defendiam o impeachment e apoiadores do Crivella.

Leia a matéria completa: http://v.duta.us/x8UmmAAA

📲 Get Brazil News on Whatsapp 💬