FMI reduz projeção de crescimento do Brasil neste ano de 2,3% para 1,8%

  |   Brazil News

O Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou que no Brasil prevê crescimento de 1,8% em 2018 (em abril, projetava +2,3%). Para 2019, a projeção foi mantida em +2,5%. O fundo cita como causas as condições globais mais restritas e a recente greve dos caminhoneiros no País. "O resultado incerto das eleições gerais de 2018 pode pesar mais sobre o crescimento", alerta o fundo. O FMI cita ainda que os esforços para aprovação de uma "muito necessária reforma da Previdência", que ele julga como "uma medida chave para a consolidação fiscal subjacente", estão paralisados por causa do calendário eleitoral.

Já a América Latina continua a se recuperar, porém ainda em um quadro de dificuldades. Segundo o fundo, após um crescimento de 1,3% na região em 2017, deve haver avanço de 1,6% em 2018 e de 2,6% em 2019. O resultado é mais modesto que as projeções de abril, que eram de +2,0% e +2,8%. As projeções repetem as divulgadas na semana passada pelo fundo.

Leia a matéria completa: http://v.duta.us/Zo8aHwAA

📲 Get Brazil News on Whatsapp 💬