BC surpreende e encerra ciclo de corte dos juros diante de cena externa pior; dólar chega a R$ 3,67

  |   Brazil News

O Banco Central surpreendeu ao manter nesta quarta-feira a taxa básica de juros em 6,50% ao ano, justificando que o cenário externo tornou-se mais desafiador e apresentou volatilidade, apesar de reconhecer que a atividade econômica do país perdeu força e o comportamento da inflação continua favorável.

“A evolução dos riscos, em grande parte associados à normalização das taxas de juros em algumas economias avançadas, produziu ajustes nos mercados financeiros internacionais”, afirmou o BC em comunicado, em meio ao movimento que levou à forte valorização do dólar nas últimas semanas.

Quarenta de 42 economistas consultados pela Reuters esperavam corte de 0,25 ponto na Selic, ao passo que apenas dois previam manutenção do patamar de 6,5% ao ano.

Com a decisão, o BC antecipou o fim do ciclo de afrouxamento monetário que estava sendo esperado para junho. No total, foram 12 tesouradas na Selic, somando 7,75 pontos percentuais, em meio à fraca atividade econômica e inflação baixa.

O dólar avançou 0,48%, a R$ 3,6784 na venda, renovando o maior nível desde 7 de abril de 2016, a R$ 3,6937. Nestes quatro pregões, ficou 3,71% mais caro.

Na máxima do dia, a moeda norte-americana foi a R$ 3,6964. O dólar futuro tinha alta de cerca de 0,60%.

Leia as matérias completas: http://v.duta.us/v5U-YQAA

http://v.duta.us/j4KZgwAA

📲 Get Brazil News on Whatsapp 💬