Suspensão de benefícios previdenciários com irregularidade deve render R$ 5 bi

  |   Brazil News

A suspensão de benefícios previdenciários e assistenciais que apresentam indícios de irregularidade deve render sozinha uma economia de pelo menos R$ 5,076 bilhões em 2019, estima a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho.

Esse é um dinheiro que seria gasto indevidamente caso o governo não adotasse nenhuma ação para acelerar o combate a essas fraudes.

Hoje existem 3 milhões de processos pendentes de análise e sobre os quais já existe suspeita de irregularidade.

Ao todo, o governo prevê uma economia bruta de R$ 10 bilhões neste ano com as iniciativas para combater irregularidades, mas o efeito líquido ficará em R$ 9,8 bilhões devido à criação de um bônus para funcionários do INSS empreenderem a força-tarefa de revisão nos benefícios.

Nesta quarta, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que a economia a ser obtida em 2020 pode ser até o dobro disso, à medida que a implementação das medidas evoluam.

Leia a matéria completa: http://v.duta.us/aAnMQgAA

📲 Get Brasil News on Whatsapp 💬