Bolsonaro diz que benefícios serão suspensos já no dia 25 se Congresso não aprovar crédito suplementar

  |   Brazil News

O presidente Jair Bolsonaro disse que a não aprovação pelo Congresso Nacional de um projeto do governo que pede crédito suplementar fora da "regra de ouro" levará à suspensão "já no próximo dia 25" de pagamentos de benefícios a idosos e pessoas com deficiência.

"Nos meses seguintes faltarão recursos para aposentadorias, Bolsa Família, Pronaf, Plano Safra", afirmou o presidente no Twitter, ontem.

"Acredito na costumeira responsabilidade e patriotismo dos deputados e senadores na aprovação urgente da matéria", acrescentou Bolsonaro.

O secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, já havia dito que o crédito suplementar precisaria ser aprovado pelos parlamentares até meados de junho, para não prejudicar o fluxo de pagamento de gastos do governo.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), apoiou: "Muito bom o presidente Jair Bolsonaro, enfim, ter mostrado preocupação com este tema". Ele afirmou ainda que a matéria, enviada pelo governo em 11 de março, "já faz parte da preocupação do Congresso desde o início do ano".

As discussões sobre o crédito suplementar devem ser retomadas na terça-feira na Comissão Mista de Orçamento do Congresso.

Leia a matéria completa: http://v.duta.us/bukLawAA

Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado.

📲 Get Brasil News on Whatsapp 💬